27.7.13

Panama, o novo disco do CARBONA

Ao som de Joel Jerome! Este ano dois discos simplesmente me colocaram numa modalide obsessiva de ouvir música. São eles: Joel Jerome com Babys on acid e Billy Bragg com seu disco Tooth and nail. 

Recomendadíssimo! Mas agora é hora de falar de outro disco, o Panama. O décimo disco do CARBONA em 15 anos de estrada. Ficamos felizes com a gravação do disco, as músicas e o fato de ter reunido uma galera bacaníssima de amigos e colaboradores que tornam tudo mais bacana no processo de gravar e dar vida ao disco.


Ouça o disco na íntegra aqui:


Começamos pelos ensaios e gravações registrados por Andre Olive. Os vídeos e fotos que serão utilizados para ilustrar o faixa a faixa que estamos fazendo no facebook da banda fazem parte em sua grande maioria de seus registros.


Gravamos o disco no Melhor do mundo estúdio, com Alexandre Griva que já tinha gravado o Dr Fujita, junto com Jorge, e ainda recentemente despencou para Sampa no Busão do CARBONA para gravar o áudio do DVD que fizemos com Gramofocas e Magaivers no Hangar 110.

O Disco foi mixado por Mass Giorgini, o maior produtor da Lookout Records, tendo trabalhado com bandas das quais somos fãs como The Queers , Screeching Weasel dentre outros. Foi muito bacana ter a participação dele no processo e a porrada de guitarra que temos no disco.

A capa do Panama, é uma homenagem ao amigo José Mendez Panama, uma figura obrigatória nos shows de rock do Rio nas duas últimas décadas. Muito bacan ter uma foto dele dando risada na capa do disco por que foi assim, sempre, há 20 anos que a gente cruzou com eles nos shows. 

A ilustração da capa foi feito pelo Daniel Ete, ilustrador do qual sou fã e coleciono peças, além de ser o  baixista do Muzzarelas, a melhor banda de punk rock do Brasil J Ainda no encarte, nosso comparsa Lerik nos ajudou criando uma arte bacaníssima!

Gravamos músicas de autores e bandas de que gostamos muito. Gravamos músicas do Rotentix de POA, uma banda que costuma embalar as noitadas de rodadas de cerveja que faço aqui em casa com amigos. Um dia sai para correr e pensei, tenho que voltar com uma música desses caras na cabeça para gravar no novo disco. E depois de ouvir uma playlist com tudo que os caras tem, pensei é isso. Cemitério composta por Douglas Wyse, Marcio Schenkel, Rodrigo Collin, Alxey Fernandes.


Gravamos música do Paulo Gramofoca, dos Gramofocas de Brasilia. Ganhei a música "Zumbi" de presente para incluir no disco e ele me pediu que fizesse um refrão. Procurei portanto fazer algo que parecesse ter sido feito pelo próprio Paulo. Essa foi a brincadeira e acabou ficando bem legal.


Por fim e não menos importante tivemos a participação de Sergio Caldas que veio do RS para o Rio filmar o clipe de o Mundo era bem mais legal e de Jan Hovland com fotos de divulgação e incluidas no encarte



Agora é cair na estrada e nos divertir cantando as músicas do novo disco.
Paz e Rock!

Nenhum comentário: