30.5.10

Arnaldo Antunes, Muzzarelas, Riverdales, Nick Hornby, Carbona

Ola todos vocês. Semana inspiradora! Muito! Comecei vendo Arnaldo Antunes e Edgar Scandurra num teatro. Um show num formato "festivo", "intimista", num formato "nói é nói" e vamos fazer um som. Edgar Scandurra tocando guitarra (muita guitarra) e tocando Bumbo de bateria e Arnaldo Antunes cantando ( e atuando ). O Cara no palco é foda! Não sabia direito o que esperar. No show do Circo ele havia tocado o Ie Ie Ie inteiro. Um dos melhores shows do ano! E sabia que neste show seria um repertório de "parcerias" e doideiras dele com Scandurra. Achei incrível! Repertório bom. Diferente do Circo que foi esquema "desfile de hits"! Meu assento era "primeira fila". Deu pra ver de perto e sentir o clima do show.

Sexta-feira fui até a Audio Rebel ver a passagem dos Muzzarelas de Campinas. Uma de minhas bandas favoritas de todos os tempos. Lançamento de novo disco, que por si só já é um "gás". É muito ver os caras prestes a completar 20 anos de rock Indie ( indie de verdade) tocando com vigor e energia. "We Rock you Suck" é um dos melhores discos dos caras. Uma carga a mais de "metal", um esquema meio cross-over, com gravação impecável e a arte do ETE no encarte do CD que é um show a parte. As músicas estão mais pesadas mas as melodias e coros que caracterizam a banda "estão lá"! Sai de casa andando sozinho, às 20 hs, o show acabaria cedo. No caminho até o llugar do show fui me lembrando de uma série de coisas.. do show dos caras que vi no circo voador no início dos 90, dos shows que fizemos juntos no Ozz e no Tribus, pontos-alto na galeria dos shows do CARBONA até aqui, e mais do que isso, fui pensando na sensação boa de sentir um extremo prazer e animação pra ver uma banda que você gosta, gosta de verdade, tocando numa sexta-feira à quadro quadras da sua casa. Um show foda. Foda mesmo. Inspirador. Para poucas pessoas. Mas isso pareceu não importar. Pra mim. Muito menos pra banda. Sai de lá com camiseta, cd, poster e patch de jaqueta. Uma noite memorável no melhor estilo anos 90. Cheguei em casa, abri o cd e li "We´re the rest and fuck the best". O Muzarellas é o resto. E o resto é o melhor!



Pra completar, navegando pela grande rede me deparei com um preview de 30 segundos do novo do Riverdales! O nome do disco é Tarantula. Conheço pouco. Apenas esse preview mas ele já me fez ter certeza de que mais uma vez pagarei por música digital. Mais uma vez estou diante da situação de não querer esperar um dia sequer para ouvir material novo do Ben Weasel. Isso é inspiração. Não quero ter que correr atrás e correr o risco de não achar. Quero ir lá no dia marcado, comprar o disco e fazer o autor das músicas receber por isso para que ele siga fazendo novos discos pelos quais eu possa pagar!
E pra finalizar, terminei de ler "Juliet Naked" de Nick Hornby! Uma perola! Achei que com esse livro ele revisita os tempos de "Alta Fidelidade" e "Fever Picth" . Um livro, um mesmo livro que fala de banda, obcessão por banda, incompreensão das mulheres por ser obcecado por banda, relacionamento, paternidade, separação, crise criativa e internet. Um livro foda, com um final foda. Recomendadíssimo!
Ah, sobre o CARBONA!!! Essa semana todos os carbona enviaram uma lista de ajustes para a mixagem do novo disco q encontra-se a alguns dias do fim. To muito feliz com o disco e com a idéia de lançá-lo! Acho que é isso... enquanto Muzzarelas, Magaivers, Ben Weasel lançarem discos e eu tiver prazer em ouví-los , segue a sensação de que gravar faz sentido :) . Ha 10 dias atrás tocamos no Circo Voador. O I Hate Flash documentou o evento e faz um dos clicks mais incríveis que vi de registros do show do CARBONA. 550 shows, e acho que guardaria este click para relembrá-los.
Paz e Rock!

19.5.10

Música nova! Entrevista na Vizoo! Show no Circo Voador!

Então amigos, vamos lá.

O cd do Carbona está mixado! A partir de agora é fazer alguns ajustes aqui e ali e “passar a régua”. Recebemos ao longo da semana as faixas do disco e escolhemos uma “Semi-Vivo” para dividir com os amigos e seguidores da banda um pedacinho do disco. Estou muito feliz com o resultado. Estou muito feliz de lançar novas músicas. Me deparei hoje com uma discografia do CARBONA na internet e vi que o último disco, o “Apuros” fora lançado em 2006. Neste período em alguns momentos cheguei a duvidar se teríamos um novo disco ou não. Nestes anos muita coisa mudou. Mudou no CARBONA, entre os CARBONA e na própria indústria musical. No ano passado chegamos a compor um disco inteiro e este disco acabou não sendo lançado. Ali, naquele momento eu confesso que achei que a coisa tinha complicado. Passado alguns meses, em 30 dias, a banda estava de volta ao estúdio. E Puff! Nascia um novo disco.

Um pouco do clima do novo disco e do clima da banda está retratado numa entrevista que fiz para a revista Vizoo. Não sei se a distribuição nacional, mas ela está nas bancas do Rio de Janeiro. Um bate papo com Eusébio em torno do clima do novo disco, da proximidade das músicas com os primeiros anos da banda, e o desafio de ser um CARBONA com 34 anos (risos). Recomendo!
Amanhã, quinta-feira, faremos um show no Circo Voador! Um show no evento “The Way we run” promovido pela Converse. Faremos um show num format um pouco diferente, tocando junto com as baterias do campeontao de skate. Faremos 60 minutos de rock com músicas do Taito, Cosmicômica, Apuros e do novo disco. Tocaremos “Semi-vivo”, “Valentina”, “Massacre da Serra Elétrica” dentro outras músicas. O evento é gratuito para quem colocar o nome na lista através do site http://www.converseallstar.com.br/TheWayWeRun/?category_name=rio-de-janeiro Fiquem ligados e apareçam por lá.

Segue o barco. Segue o Rock

HB!