Pular para o conteúdo principal

Gravação dia 1

Ufa! Depois de algumas semanas de atraso comecei a gravar meu EP! Serão 6 músicas inéditas, num formato diferente do CARBONA mas que ao mesmo tempo saem do mesmo universo criativo, o incrível mundo dos “3 acordes”. Melodias grudentas em cima de bases simples que ganham vida através de violão, voz, baixo e outros instrumentos como ukulele, escaleta, teclados e “barulinhos espaciais”.

Estou muito feliz. Muito feliz de gravar este disco por que ele resulta do meu reencontro com a vontade e prazer de fazer música de forma incondicional.

No período em que fiquei sem compor entre o “Apuros” e “Dr Fujita” com o Carbona cheguei a pensar em 1000 motivos para largar a música mas nenhum deles foi forte o suficiente para evitar que eu acordasse de manhã e pegasse o violão para compor e escrever músicas. Entendi que a minha ligação com a música era mais forte do que qualquer pergunta ou resposta que pretendesse dar conta do utilitarismo das coisas. Tocar pra que? Por que tocar? E hoje entendo que faço por que tem que ser feito. Queira eu ou não , estas canções estão lá. Do meu jeito, com poucos acordes e com pouca técnica, elas me fazem feliz! Não faço da pouca técnica uma bandeira, é apenas um fato. Foi o jeito que eu aprendi, estudando no Rock n Roll High School dos Ramones, e que me levou à mais de 600 shows.

O Carbona segue na ativa. Estamos fazendo shows de divulgação do “Fujita” e assim que terminar de gravar estas canções, começo a compor um novo disco pra ser gravado no segundo semestre desse ano.

Agora vamos ao primeiro dia de gravação!

Começamos hoje a trabalhar na casa do Bjorn (toca guitarra no Carbona e vai produzir a gravação) nas guias de violão e voz. Marcamos a estrutura de todas as músicas. São elas: “O Lutador”, “Fotomontagem”, “ Andróides não merecem as canções”, “Urbânia Decide Viver”, “As coisas vão mudar para melhor” e “Pés no Chão” de Gustavo Kaly (autor das músicas “O Mundo sem Joey” e “Lindos Refrões que o velho ensinou”). Gravei violão base montando a estrutura das músicas, depois gravei vocal em todas elas. Bjorn vai mandar estes arquivos para mim e para o Melvin que vai me ajudar tocando baixo e os outros instrumentos. Ao longo dessa semana vamos todos ouvir e trabalhar na composição e arranjos e nos juntaremos de novo no outro fim de semana para gravarmos “baixo”, “Ukulele” e “escaletas”. Uma vez que tivemos tudo isso gravado, vou para o estúdio, o mesmo em que gravamos o “Dr Fujita” para gravar Violão, vozes e solos de violão e concluir a gravação.

As novidades eu vou contando por aqui! Fiquem ligados! Abraço. Paz e Rock!

Comentários

@YgorFremo disse…
Cara, confesso que abri um sorriso quando li “Urbânia Decide Viver”. Já aguardo ansiosamente tanto quanto aguardo o motivo pelo qual "ela" se foi que você contaria depois em 1001 Doses. hahaha

E entendi direito? Já planeja um Album novo pro Carbona? São muitas notícias boas em um só post. Sucesso, Badke!
@YgorFremo disse…
PS.: Ainda lançarei a campanha do Dream Split Carbona e Gramofocas. Se prepare e já aprenda a tocar algumas 8 músicas dos caras! hahahaha
Henrique disse…
Fala Ygor! Valeu ai pela força. Estou vivendo uma fase bacana, animado com as composições. Quero terminar de gravar meu EP e logo na sequência começar a compor para um novo disco do CARBONA. A gente vai ficar 4 meses longe dos palcos e logo na sequência a gente começa a ensaiar um novo disco. Por enquanto, fico com os shows ( Sampa dia 15) e com a gravação. Abraço

Postagens mais visitadas deste blog

PLAY REC, lay-outs de camisa, Guramas & Camila

Amanhã é dia de gravar! Está confirmada a gravação no estúdio BPM. Estarei gravando as guitarras e Dr. B gravando baixo nas 4 músicas do EP. Mais uma vez são elas: "Maria Sharapova", "A Melhor cerveja da Austrália", " Jogue os dados outra vez" e "Minhas canções". Estarei fazendo umas filmagens amanhã da gravação que serão disponibilizadas em MPGs no próprio cd que estará àvenda na TOUR e pelo correio também. Hoje foi dia de trrabalhar na arte de camisetas. É essencial para o sucesso de uma tour ( entende-se sucesso como sair de casa, tocar um mês e não ter q pagar o ônibus pra chegar em casa), ter um material de merchandising bacana+ discos para divulgar o trabalho e fazer um troco. Hoje trabalhei rapidamente em 2 lay-outs de camisa e gostaria de ouvir, na opinião de vocês qual o modelo mais legal. Um eu chamo de modelo "capa" pois é feito com elementos da capa do EP e outro é o modelo "mosrite". Se vcs puderem deixar um post

Show Acústico no Teto Solar!

Opa! No dia 29 de junho farei show no Teto Solar em Botafogo junto com exposição do Victor Stephan. Victao e ilustrador mestre ,autor da capa do Ciferal e amigo de longas datas e estamos promovendo este encontro para mostrar seus trabalhos e algumas musicas do Ciferal + hits carbonicos e musicas que eu gosto de bandas e artistas do rock gaúcho. Tudo isso num formato "polk" (punk+folk) turbinado pela participação da Cris Cafarelli que gravou o EP comigo. Fica aqui o convite para chegar la, dar uma sacada, uma ouvida e por que nao comer um dos melhores hamburguers do rio e beber uma cerveja?  Estive no Hanoi fazendo primeiro ensaio com a Cris neste final de semana e hoje a gente se encontra de novo , desta vez num esquema caseiro para passar / construir o set list do show.    Fiquem ligados! Paz!

Novo disco do CARBONA! Pré-lançamento digital dia 7 de setembro!

No dia 7 de setembro o novo disco do CARBONA “Dr Fujita Contra a Abominável Mulher-Tornado” será lançado. O que isso significa? Significa que todo mundo que visitar o site http://www.carbona.com.br/ do dia 7 de setembro à 7 de outubro poderá fazer download gratuito de todas as músicas do disco. Simples assim. Basta acessar o site, digitar CARBONA em um campo, realizar um pequeno cadastro e PUF! Poderá fazer download de todas as faixas do disco. Por que estamos fazendo isso? Porque queremos fazer nosso novo disco chegar a todos os fãs espalhados pelo Brasil e queremos conhecer aqueles que fizeram download do disco. A estes, que baixaram, serão oferecidas alternativas para nos remunerar caso queiram, através do oferecimento do CD físico, camisetas e outras coisas da banda. Nossa primeira gravação foi uma demo k7. De lá pra cá gravamos 8 cds, o último lançado há 3 anos atrás. Neste período muita coisa aconteceu na música. Múita coisa boa. Muita coisa ruim. Uma delas foi o enfraquecime