2.3.11

Música combustível, Música fragmentada e simplicidade

Acordei hoje 6 horas da manhã. Não consegui mais dormir. Levantei da cama , peguei o violão e dediquei essas horas bonus que ganhei no dia para trabalhar nas músicas novas. Existe sempre uma reta final antes de gravar que são as composições de última hora. A tradição mostra que sempre sai coisa boa. Dessa vez não foi diferente. Ontem antes de sair de casa à noite registrei uma estrofe que me acompanhou a noite toda. Acordei “seco” pra continuar. Já sai de casa com estrofe, refrão, letra tudo bem encaminhado. Fico feliz de sentir música como combustível novamente.

Antes disso tive a surpresa de ver que o novo disco do Screeching Weasel está disponível no site da Amazon com preview de todas as músicas. Os links infestaram o twitter e não é mais novidade mas curioso foi a discussão com os amigos sobre “ouvir ou não ouvir” os previews de 30”s. Eu acabei não agüentando e cliquei no “play all previews” e ouvi mais de 3 vezes o álbum em seus fragmentos. Alguns amigos, preferiram sabiamente, aguardar o lançamento do álbum para ouvir tudo, na íntegra. Na hora que li isso “pensei” aonde estava com a cabeça? Me deixei levar pela ansiedade e me entreguei facilmente à música fragmentada, a música dos gigas, da velocidade, quantidade e lá estava eu, eu que um dia ouvi vinil, lia agradecimentos, notas de encarte, agora me deleitava com previews de 30 segundos (risos). Agora já era, só resta esperar o disco sair e ouvir três vezes tudo de novo, no repeat. Fragmentado ou não o disco promete e muito.

Quem quiser ouvir: http://www.amazon.com/First-World-Manifesto-Screeching-Weasel/dp/B004KB4S9O/ref=sr_1_1?s=music&ie=UTF8&qid=1298179554&sr=1-1

Vim para o trabalho lendo um livro sobre a magia por trás da simplicidade. As páginas me fizeram pensar sobre o prazer de “zerar” o cartão do metro e também sobre tocar. Sobre o de cortar cebola também. Transformarei tudo isso em linhas?

Dia fechou com ligação de http://www.victorstephan.com pra conversar sobre conceito e detalhes de capa. É isso!

Paz e Rock!

2 comentários:

Pedro disse...

mal posso esperar para ouvir as novas musicas da carreira solo, a simplicidade e alegria que você passa a cada verso sempre me anima, nunca largue a música velho badke

Henrique disse...

Obrigado pela força Pedro. A gente segu, fazendo, por q gosta! Paz! abraço