14.3.10

Próxima parada PLAY REC!

Ao som de Lillingtons! No embalo dos poucos acordes. The Too Late Show! Este disco é mais um da série "eu era feliz e não sabia". Como fã, no calor dos lançamentos e da síndrome do "antigo era melhor" , quando saiu este disco eu não dei muita atenção. O Lillingtons vinha de Death By Television, um disco incrível, desfile de boas músicas, todo amarradinho em temáticas de ficção científica. Hoje escuto alguns discos que incluo nesta mesma categoria e penso " porra mas isso é bom demais". Comparação e música são coisas que não combinam, mas a gente está sempre tentado a isso. O mesmo aconteceu com "Television City Dreams do Screeching Weasel e num caso mais extremo o "Stranger then Fiction" que saiu depois de Generator e Recipe for Hate. Hoje olho e ouço o STF como um puta disco. Mas na época gralhei.

Domingão fechado no Rio. Muita chuva. Futebol na televisão. Três horas de ensaio, disco fechado. Arranjos feitos. A única pendência são arranjos de voz. Mas isso será trabalhado ao longo da semana e das próprias gravações. Fechamos o disco com 11 músicas. 11 músicas e muitas sobras. Na época que gravamos o Cosmicômica acabamos fazendo um disco com 19 músicas se não me engano. Este é um dos meus discos favoritos, acho que ali tem uma boa seleção de músicas. Outro dia conversando com o Melvin, pensamos " o Cosmicômica com umas musiquinhas a menos" seria um luxo :) .

Desta vez posso dizer q a gente vai gravar um disco que a gente persegue há um bom tempo. 11 músicas fresquinhas, inéditas. Voltando ao estúdio com pretensão de registrar músicas de punk rock, com produção na mão da própria banda. O Bjorn grava seu primeiro disco com a gente, e ainda produz o disco. Ele tem 10 anos de estúdio e rock nas costas, vai sem dúvida colaborar muito.

Nesta semana o trabalho continua. Confirmaremos as datas de gravação, mais trabalho em cima dos ambientes web da banda e muitos outros aspectos de "produça" da banda. Melvin registrou hoje as músicas no celular para definir em casa os BPM das músicas. Uma pequena revisão de letras na minha mão, e pronto! Temos um disco!
Paz e Rock!