4.9.07

VANS ZONA PUNK TOUR Diario 1

Olá amigos, estou em São Paulo e achei uma horinha pra contar como andam as coisas por aqui. Coloquei algumas linhas sobre os dias vividos na VANS ZONA PUNK TOUR. Em resumo eu diria que nesta tour a gente viveu talvez alguns dos melhores momentos da banda no palco ( Vila Velha é sem dúvida top 10!), esta tour tem sido também a mais "dura de todas", divertida porém cheia de horas de espera em excesso. Estamos ao lado de grandes bandas, revendo e fazendo amigos. Eis a estrada...
DIA 1 : São Paulo, Hangar 110.
Acordamos cedo, pegamos o ônibus pra Sampa. Primeiro show da Tour no Hangar. Achei isso bem legal por que estreiar com o pé direito numa empreitada dessas é fundamental. Nesta noite seriam apenas três bandas: CARBONA, Coligere e Mukeka di Rato. O show com 3 bandas funcionanou muito bem . No início achei que seria estranho tocar com duas bandas muito mais pesadas que a gente mas o show acabou sendo perfeito. Completa harmonia entre públicos diferentes e o Hangar mais uma vez mostrou ser um dos palcos mais bacanas pra se tocar. Todos os CARBONA estavam na fissura... eu acabei fazendo merda e derrubando um Cabeçote de Marshall JCM 900 no chão ( que péssima sensação ) mas tudo acabou bem, por que o "bixinho" aguentou bem . Isto aconteceu por que no meio do show eu tive que tocar com o cabo plugado direto no ampli ( meu pedal estragou ) e num dado momento esqueci que o cabo estava "curto". Boooom! Na empolgação, fui chegar perto do Melvin e o ampli foi pro chão. Mas tudo OK. Nada aconteceu, e tivemos uma bela estréia. Obrigado à todos que foram no Hangar 110. A gente volta em dezembro com os Gramofocas de Brasília para fazermos nosso show de 10 anos de estrada!

Depois do show de São Paulo nós entramos no ônibus e fomos direto para Belo Horizonte. Viagem de 8 horas de duração e pouco sono. A viagem com todas bandas num mesmo ônibus acabou sendo mais divertida do que eu achei que seria. Talvez por achar que o ônibus estaria com lotação máxima e na verdade existe bastante espaço. Na medida do possível é possível descansar. Uma coisa que é impossível deixar de mencionar é a trilha sonora da tour. Nesta noite foram 8 horas diretas de um cd do "Adelino Nascimento" , um artista do norte do país, cultuado pelo Mozine do Mukeka Di Rato. Começou como uma brincadeira e acabou como uma brincadeira maior ainda onde todos os integrantes de todas as bandas acabaram cantando e conhecendo todas as músicas. ( Eu acabei de comprar o meu cd original do Adelino com 25 sucessos!!!) Depois desta viagem, chegamos em BH, para começar o dia 2.

Abaixo temos fotos do show gentilmente cedidas por Foto por Mauricio Santana: http://www.flickr.com/photos/tuxhc
Dia 2 Belo Horizonte, Bar Brazil ( com z ???? )

Chegamos em BH cedo e fomos para o hotel. Sai para almoçar, aproveitei o banheiro que era melhor do que o do hotel (risos), e "GO CARBONA"! O show em BH foi foda, como sempre. Uma cidade que nos acolhe sempre muito bem. Nosso set da tour está começando bem "porrada" com SEMPRE QUE EU FICO FELIZ EU BEBO, NO WORDS, COPO DAGUA, CARA ESCROTO E EU QUERO IR PRO JAPÃO. Já começa na pressão. É a primeira vez que a gente toda este set e tem funcionado muito bem . Saimos do show de BH direto para Vilha Velha, mais um pernoite no ônibus, mais horas e horas de Adelino nascimento. Acreditem, este cara é bom! O show em BH foi excelente! Vivemos 40 minutos maravilhosos no palco. Esta é a primeir tour que a gente faz com mais de uma banda viajando junto. Na verdade, somos 6 bandas e isso tem feito a rotina da tour um pouco mais dura do que de costume . Isso as vezes faz com que você chegue ao lugar do show e permaneça por la por 8 , 10 horas, longe do ideal para curtir e até mesmo fazer um bom show. Nas outras tours, as duas com os Magaivers por exemplo, nós tinhamos melhor controle sobre o tempo e com isso conseguíamos melhor aproveitá-lo. Hora de cair na estrada e ir para o dia 3 . Próxima parada, Vila Velha - ES.
Dia 3, Vila Velha, ES Action Club

Melhor show da Tour até aqui. Casa lotada, público intenso, cantando todos os sons de todas as bandas. Arrisco a dizer que este show entrou para o top 10 da banda. Estou falando de mais de 450 shows e viver um show desta intensidade é recompensador. Ficamos hospedados do lado do lugar do show o que tornou o dia ainda mais divertido. Dia de muito sol, aproveitamos a praia, saimos pra almoçar, demos uma descansada e literalmente atravessamos a rua para o show. Acho que aqui o melhor é fazer é mostrar fotos e agradecer ao público que apareceu por lá. ACREDITEM , VOCÊS FIZERAM UM DOS MELHORES SHOWS, UM DOS MELHORES QUE EU VIVI COM O CARBONA E SOU MUITO GRATO POR ISSO. É um show que assume uma grande importância em vários aspectos. Obrigado! FOTOS INCRÍVEIS POR http://www.flickr.com/photos/ggandine
DIA 4 - RIO DE JANEIRO , Audio Rebel
Dia de tocar "em casa". O dia começou cedo, as 6 da manhã, naquele dia viveria uma viagem de 13 horas que normalmente duraria 7 . O pneu furou, o ônibus quebrou e nos deixou umas 3 horas jogando futebol num bar de estrada em algum lugar do interior do ES, a polícia parou e com isso chegamos no Rio atrasadíssimos. Neste dia , por ser "banda da cidade", fecharíamos o show. Com o atraso o clima ficou "toca não toca" até os últimos minutos, quando finalmente fizemos um set à jato. O dia acabou sendo pesado demais. O show acabou sendo prejudicado. Um dia cansativo, um show corrido ( valendo destacar o empenho do pessoal da REBEL na produção do show colocando uma cabeçada em plena segunda-feira) . Não dá pra vencer todo dia certo? Principalmente quando estamos falando de estrada + rock.

DIA 5 - RIO DE JANEIRO FOLGA.
Recebi em minha casa os caras do Horace Pinker. Um dia tipicamente carioca. Corcovado + praia de Ipanema. Solzão, banho de mar, sensacional. O mergulho teve um valor todo especial. Mar frio, energizante depois de longas noites sem dormir.
DIA 6 - PIRACICABA , Laranja Mecânica.
Este acabou sendo o pior dia da TOUR. Acordei 5 da manhã, cai pra São Paulo, encontramos o ônibus da Tour as 2:oo da tarde. Chegamos na cidade às 16 , o Bar abriu as 19:00, o show começou às 23:00, tocamos meia noite, saímos as 3. Quem tem banda e cai na estrada sabe. É como uma grande gangorra. Acorda na euforia, dorme cabisbaixo. O segredo? Sgeurar a onda... pois é sempre assim. Um dia ruim, outro excepcional, é assim que o rock rolla. E hoje, será melhor! Estamos indo pra Americana. Saio daqui da Lan House, passo no hotel, dou uma dormida e caio na estrada. Até alguns dias amigos!
DEIXO AQUI MEU OBRIGADO PARA TODO MUNDO QUE ESTÁ APARECENDO NOS SHOWS, CANTANDO NOSSAS MÚSICAS, NOS AJUDANDO, COLABORANDO PRA QUE DE ALGUMA FORMA A NOSSA TOUR SEJA A MELHOR POSSÍVEL. MUITO OBRIGADO. FIQUEM EM PAZ!
PAZ E ROCK!
HB!