27.7.07

Andre Lima, Carbona em tour.

Adoro as máximas! "Tem coisas que só acontecem com Botafogo" é uma das minhas favoritas. Esta transforma o ato de torcer por um time de futebol em um nobre exercício! As coisas que acontecem com o Botafogo implicam em superação, persistência, amor incondicional, flexibilidade, esperança, glória dentr outras. Nesta semana vivemos mais uma dessas... Com prova e contra prova, literalmente. Dodô, artilheiro do time, decisivo, unanimidade na imprensa é pego no exame anti-dopping. PQP. O time na liderança, voando em campo, com seu artilheiro assinando gols como verdadeiras pinturas e eis que numa manhã POW! explode a bomba: Dodô pego, julgado e suspenso. Realmente, com qual outro clube isso poderia acontecer? No ano passado Dodô abandona o clube, volta depois de aparar arestas, dá a volta por cima, joga bola, vira artilheiro e doppping ( lembrando que o dopping foi por contaminação na farmácia). Realmente, com a gente é mais difícil, por que com a gente acontecem estas coisas que só acontecem com a gente. Cuca, o técnico, vem a público, vende a idéia do elenco, se esforça pra manter elevada a moral do time e entra André Lima que em dois jogos faz 5 gols, passando o número de gols de Dodô, bicando pra longe a desconfiança e trazendo um certo alívio a todos. Ainda bem que tem coisas que só acontecem com o Botafogo!
Pra galera que tem entrado aqui atrás de notícias da banda... estamos na contagem regressiva pra fazer a Vans Zona P Tour em setembro. Serão uns 15 shows sequenciais, do jeito que a gente gosta. Shows pelo sul e sudeste, As datas todas vc encontra no hotsite da Vans Zona Punk Tour no próprio site www.zonapunk.com.br . As datas vao sendo adicionadas por lá... de cabeça eu sei que vamos pra São Paulo, Belo Horizonte, Víla Velha, Campinas, Curitiba, Londrina, Campo Grande, Americana e muitas outras. Vamos comemorar 10 anos na estrada ! Isso é muito bacana! Gratificante. Nunca pensei em chegar aos 10 anos de banda com o CARBONA. As coisas foram acontecendo, ano após ano, e quando a gente olhou , passaram-se 10 anos, 8 discos e mais de 400 shows por todo país. Por isso só tenho a agradecer.
Passado a tour a gente começa a dedicar ao novo disco ou a novas composições. A situação do mercado fonográfico chegou no limite. Muitas mudanças estão acontecenddo lá fora e aqui. Nestes próximos 5 anos vamos ver muita mudança na forma de se comercializar música. Diante disso eu não me sinto muito preocupado como compositor, por q a forma não impede o ato supremo de pegar a viola em casa e escrever musicas. Isso não pára! Nesta semana voltei a compor já. Passa um tempinho você muita coisa, ouve muita coisa, as estórias fervilham na cabeça e escorrem pelos dedos. É quase um ato involuntário.
Abraço! Paz e Rock!