7.4.07

Pics no Forte, Ó Paí Ó e semana que vem a essa hora...

Opa! Catando uns mp3 num computador que não é meu! Ops ! Strawberry Fields Forever na voz de Ben Harper. Curioso. Play. Foi! Bem interesante. Quinta à noite rolou ensaio com o CARBONA, um dos últimos antes do Abril Pro Rock. Recebi alguns emails essa semana perguntando sobre o show. Bem, o pouco que posso falar é que será um show de 25 minutos , assim programado pela produção do festival, num total de 11 músicas. Estas músicas estão divididas entre Taito Não Engole Fichas, Cosmicômica e Apuros em Cingapura. É comum ouvir das pessoas " porra vocês vão até Recife pra tocar 25 minutos de música?". Eu já particularmente tenho outra visão quanto a este formato de show. Festival, porrada de banda, horas e horas de rock de grandes artistas. Acho que ganha o público com shows diretos , que não se tornam cansativos. Acho que show de festival funciona melhor assim mesmo. Estes 25 minutos em shows maiores tendem a ser grandiosos e a duração pouco parece importar. Estar de volta à Recife é o que interess, participar do festival Abril Pro Rock que há anos vinhamos perseguindo é o que interessa. E uma coisa que pra muita gente pode ser surpresa: tocar num mesmo evento que o Sepultura é pra mim emocionante. Sou fã de Sepultura. Fã mesmo. Tenho vários discos e já fui a incontáveis shows. Engraçado isso por que fora as vezes que sai de casa para vê-los, já assisti a shows em festivais. Hoje, mesmo sabendo que não temos uma formação original, fico muito contente de me apresentar num mesmo evento que os caras! Sepultura! Sepultura! Ontem, depois de uma nem tão boa noite de sono, acordei para uma "missão fotográfica". Fui para Copacabana, mais precisamente no forte de Copacabana e por apenas R$2,00 fiz um programa muito foda! Fazia tempo que não ía lá, anos e anos. Um dia ensolarado, em uma das vistas mais bonitas da cidade. Há uns anos colocaram uma filial da tradicional confeitaria Colombo e eu até então não tinha defrutado disso. FICA AQUI MINHA DICA PARA CARIOCAS E NÃO CARIOCAS QUANDO NO CIDADE: visitem o Forte de Copacabana! Barato, bonito, bom. Ops. Bom, bonito e barato. Depois de tirar fotos fiquei sentado na ponta que entra mar adentro, que nem lagarto na pedra. Tenho me divertido bastante com essa nova empreitada, uma nova forma de discruso. Mantém a mente ocupada. Diminui ansiedades. Semana que vem , vou revelar os filmes, quando tiver alguma coisa eu jogo por aqui.
Pra fechar o post, ontem à noite fui ver Ó PAÍ Ó. Não sei até agora se gostei ou não mas também ando meio farto dessa estória de "é bom", "não é bom", acho até bom que não saiba classificar desta forma. Acho que mais vale é passar as impressões do que propriamente dizer é bom, não é bom. (ops agora toca Scar Tissue dos Chilli Peppers- SENSACIONAL!) . O filme retrata a vida no pelourinho, um prédio, um cortiço, administrado por uma crente com inquilinos que preenchem todos os esteriótipos que se possa ter da Bahia. Uma mãe de santo, um Rasta malandro que ganha a vida com um Taxi Piratex, um traveco, e Roque interpretado por Lázaro Ramos que é pintor e sonha ser cantor de Axé. Ácho que são três os trunfos do filme: a riqueza visual e simbólica que é obrigatória quando falamos de Bahia, o filme tem imagens muito bonitas. As atuações de uma maneira geral são muito boas, indo além de Lázaro Ramos e por último uma pitada politicamente incorreta que está presente em grande parte do filme . O filme funciona quase como um documentário. Interessante. Alegre. Musical. Acho que gostei. Tá vendo. Relendo isso acho que gostei . Bom, semana que vem , nesta hora estarei em recife , se Deus quiser, vivendo mais um dia de ROCK AND ROLL. Viajarei com minha agora inseparável câmera nova o que deve gerar registros e mais registros fotográficos da viagem. Paz e Rock !