17.1.07

De volta ao BPM! Último ensaio pro Hangar!

Ouvindo Prozac! Punk Pop Italiano. Mais pra pop do que pra punk. Bom som. Hoje rolou mais um dia de ensaio, último antes do show do Hangar 110. Fizemos um set especial , com certeza quem for ao show vai se divertir muito. A gente se divertiu muito ensaiando e está a 1000 pra voltar a um dos nossos palcos favoritos! Vc visitante do badke.blogspot anota ai os sons que rolam, por disco - Apuros : Vide Bula, Eu sou doente, Joga os dados Outra Vez, Lunático, Cara Escroto, Sessão da Tarde Cosmicômica: O Mundo Nathalia e a Lasanha, Eu quero ir pro Japão, Nebulosa Taito: No Words, Copo Dágua, Fliperama, Esqueletos em Todo Lugar, Ela não quis ir comigo pro cinema, Eu quero ir com Você pra Lua, 43, Meu Primeiro All Star. Pode ser que tenha ficado de fora alguma coisa. Estamos em horário avançado e a cabeça falha. Estou cansado e com um copo de Uisque na minha frente. Estamos ensaiando de novo no Casa 3 ( BPM), o estúdio onde gravamos o Taito e Cosmicômica. Descobrimos nessa volta à casa de como é praseroso ensaiar com um som descente. Realmente inspirador. Outro astral. Hoje mais uma vez dedicamos algum tempo as novas músicas. Estamos tocando 3 novíssimas canções: Não Mais Letícia, 55 presentes pra você e Coisa de Cinema. Isso tudo , por q o rock não pára! Levem fé. Hoje tomei conhecimento de um projeto que me deixou bem animado. A fundação de um "fã clube" ou de um espaço web com espaço para armazenamento de vídeos, música e outras informações em formatos variados sobre o CARBONA. Um espaço de interação para aqueles que acompanham nosso trabalho sob uma gestão de um cara que realmente entende de CARBONA. Em breve teremos mais notícias. Muito provavelmente este projeto fará parte do novo site do CARBONA de alguma forma. Obrigado desde já à todos os participantes. Hoje navegando na web, vi que estamos na capa da Revista Comando Rock , quem quiser dar um confere vá até a banca mais próxima e peça a revista. A Revista traz uma entrevista muito bacana com a gente . No site tem um pequeno trecho. Na verdade mais que um trecho, uma introdução ao longo bate-papo. Colei aqui pra vocês darem uma sacada: (texto gentilmente surrupiado da Comando Rock! Comprem a Revista!) Em uma época em que praticamente 50% dos grupos de rock quererem seguir a linha do "que está na moda" e quase o restante busca mesclar seu som com estilos cada vez mais inusitados, é de se emocionar encontrar um grupo que faz rock (neste caso, punk rock) puramente por diversão. Rock simples, na linha bubblegum do Ramones, refrões que "grudam" na cabeça e letras que falam de sonhos e desilusões adolescentes. Este é o caso do carioca Carbona, que está lançando seu oitavo trabalho Apuros em Cingapura. O título do CD, que está encartado na revista OutraCoisa e - no momento - vendido apenas em bancas de jornal, é uma referência ao país do Oriente que, tempos atrás, proibiu a venda de chicletes (em inglês, bubblegum) à população. Henrique Badke (vocal e guitarra), Melvin (baixo) e Pedro (bateria) não estão preocupados com o estrelato nem se suas (ótimas) canções vão entrar na programação das rádios. O trio, que tem um grande e fiel público, continua fazendo o punk rock como "ensinou" sua maior e principal influência, o Ramones: punk rock for fun! Nesta entrevista a Comando Rock, Henrique e Melvin falam do novo álbum, a parceria com a OutraCoisa, as mudanças em relação ao disco anterior Cosmicômica e o desejo de gravar um DVD que serviria para comemorar os dez anos de carreira do grupo em 2007. Desde o início dos traballhos com o "Apuros em Cingapura" eu tenho evitado ao máximo comentar comentários e matéria sobre a banda. Tanto na maioria dos casos positivos, quanto em algumas ocasiões de críticas negativas ao trabalho. Da mesma forma, a gente costuma conduzir os espaços de interação com fãs por motivos óbvios. Gosto! Respeito às opiniões e etc. Mas alguns espaços cedidos a banda tem um gosto especial pois são resultados de um acompanhamento de longo prazo do nosso trabalho. E isso é muito gratificante pois quando você senta pra bater papo a pessoa realmente sabe daonde você veio, aonde você está e pra onde vai. A Comando Rock é um desses espaços. A saideira do dia fica por conta de um vídeo que me mandaram do lendário e incomparável Dee Dee Ramone. Tudo relacionado a essa banda me emociona. Sou fã incondicional dos Ramones e ficar aqui falando sobre isso me parece totalmente denecessário. Ramones ! RA-MO-NES meu amigo. Mas esse vídeo me chamou atenção. Dee Dee é meu Ramone favorito. Falar isso com 31 anos é genial! (Risos) Mas é verdade. O Cara é meu Ramone favorito e neste vídeo de 2001 , anos após sua saída da banda, o cara aparece "no rock" tocando seu baixo já com uma certa displiscência, de uma forma que somente Dee Dee pode tocar e ainda sim soar "divino". Apreciem meus jovens! Apreciem! A música é um dos meus "oldies" favoritos. Uma execução caótica e delirante na voz (rouca) de Dee Dee Ramone. Rock em clubes, rock fascinante. Dee dee com seu cabelo capacete Ramone em versão cabelo branco. Paz e Rock! Paz e Rock Dee Dee!