30.10.06

ROCK no fim de semana que passou! Rock na semana que chegou! Resenha do Apuros no Zona Punk

De volta de Cingapura! Neste fim de semana caímos na estrada para dar início aos shows de divulgação do novo disco. Voltar à estrada renova toda a motivação de continuar firme no rock. É como a grande recompensa. Com a gente sempre funcionou assim e acredito que sempre será. O “Apuros” foi resultado de uns 3 meses de dedicação intensa. Não exclusiva por que as vidas Carbônicas não estão formatadas só para a banda, mas de uma dedicação doentia. Somos doentes! Foram meses de pouquíssimas horas de sono que resultaram em um novo disco, um novo clipe, um projeto bacana com a Outra Coisa, isso tudo pra chegar no ponta-pé dos shows, que rolou neste fim de semana. Começamos por Santa Catarina e por Curitiba. Começamos bem. Nossa viagem começou na sexta-feira à noite, vendo Toy Dolls no Callas! Incrível. Os Toy Dolls fizeram uma das melhores apresentações que já vi de bandas de Punk Rock. Uma metralhadora de Hits, com coros cantados por quase 1000 pessoas! Isso tudo no Callas , o antigo Aeroanta. Isso foi talvez o mais bacana. Minha primeira grande emoção “à bordo de uma banda de rock” foi no ano de 1995 quando visitei Curitiba pela primeira vez com o Barneys. Posso dizer tranquilamente que aquele dia mudou minha vida e também iniciou uma intensa relação que tenho com Curitiba. Foi naquele dia que decidi que ter uma banda e cair na estrada era o grande lance da vida! Ficava olhando pros Toy Dolls no palco e me lembrando do show com os Pinheads! Há mais de dez anos atrás, estive ali com o Barneys tocando com os caras que eram donos da cena, numa época em que não havia muito pouco ou quase nada. Foi naquela época em que conheci o EX LAX , banda que posteriormente originaria os Magaivers , e foi naquela época que conheci pessoas que posteriormente se tornariam grandes amigos. Nostalgias à parte, chegou sábado e lá estávamos nós acordando para um dia com dois shows! À tarde fizemos um show ao lado de amigos: ILDEFONSOS , MAGAIVERS E GURAMAS. O Lugar do show, o Porão é um bar muito bacana, que conta com uma nova administração e tem tudo para se tornar uma grande opção de rock na cidade. À noite voltamos ao Curupira, um dos points mais tradicionais de rock indie no país. O show da noite foi daqueles que você guarda na memória. O Curupira já é por si só um lugar foda. Um lugar diferente, com clima e proposta única e que dá imenso prazer de participar daquilo. O show foi animal! Reuniu pessoas de várias cidades. Tinha gente de Camboriú, tinha gente de Joinville, tinha gente de Blumenau. Centenas de pessoas reunidas numa chácara , com um bar e um galpão e com um equipamento de som bacana dando totais condições para que o Rock role ( MUITO OBRIGADO KELSON, E ESPERO PODER VOLTAR ANO QUE VEM. TOCAR NO CURUPIRA É ORGULHO!) Muita gente cantando , muita gente trocando idéia e muita gente comprando nosso novo disco. Uma noite memorável. Essa semana segue a correria. Hoje à noite, encontro meus amigos CARBONA para mais uma reunião para tratar de assuntos de produção. Na quarta-feira eu estou indo pra São Paulo pra gravar o programa YA DOG da MTV que vai ao ar na quinta-feira. Acho que tem tudo pra ser divertido, e sem dúvida uma boa chance pra divulgar o “APUROS”. Na sexta-feira dia 3 a gente faz show em Piracicaba e no sábado vamos pra São Paulo fazer show na OUTS no dia 4. Um show noturno com mulheres FREE! Além do rock ao vivo, um bom programa pra quem curte noitadas. Saiu hoje uma resenha do Apuros em Cingapura no conceituado ZONAPUNK. Uma das principais revistas eletrônicas de rock indie no Brasil. Estou colocando aqui pra quem quiser dar um confere:

RESENHA DO DISCO APUROS EM CINGAPURA POR WLAD (Zona Punk):

O terceiro álbum em português do Carbona demonstra uma evolução absurda nesta "nova" fase do conjunto carioca. "Taito Não Engole Fichas" era um disco de transição, já "Cosmicômica" estava bem longe da força dos lançamentos em inglês, mas parece que agora sim a banda chegou ao ponto certo."Apuros Em Cingapura" não abandona o passado bubble-gum do grupo, mas adquire uma sonoridade mais ampla, mais rock n' roll, e as letras estão bem melhores e mais adultas que em "Cosmicômica"."Vide Bula" abre o álbum com uma vibe bem pra cima, recheada de solos e refrão marcante, e a partir dai você também já percebe outra mudança drástica no Carbona, o vocal, que aqui está menos anasalado-ben-weasel e adquire uma ótima personalidade própria.A positividade de "Cosmicômica" continua aqui como em "Os Lindos Refrões Que Um Velho Ensinou", já uma face mais melancólica e acústica do Carbona aparece na balada "Se Você Fosse Um Robô".O único rastro da época em inglès que aparece por aqui é uma nova versão para "Lunatic", que aqui virou (óbviamente) "Lunático", com um andamento mais lento. Destaque para "Joga Os Dados Outra Vez", melhor faixa do cd, com fortíssimo apelo comercial e feeling radiofônico. Bola dentro.Em resumo, "Apuros Em Cingapura" é o melhor disco do Carbona em português, e cada dia eles se afastam mais de seu passado 'american bubble-gum'.
Quem quiser conferir o site:
http://zonapunk.com.br/ver_res_cds.php?id=1248
Paz e Rock!