11.10.06

MUITO OBRIGADO. Linhas sobre "Lunático"!

Acordei cedo, hoje antes mesmo do despertador. Dormi tarde ontem, muito mais do que de devia. Ou não. Depois de um dia de quase 24 hs, de muito trabalho, umas latas com meu amigo Vitão, Manfra e Allan era mais do que a boa pedida. E ontem não foi um dia qualquer! Ontem filmamos o vídeo clipe de “Lunático” , o primeiro clipe do nosso disco “Apuros em Cingapura”! Antes de mais nada, um MUITO OBRIGADO A CINERAMA BRASILIS, VANDERPUT , TODA A EQUIPE QUE TRABALHOU ONTEM, A CASA DA MATRIZ, ao VITAO e a ISIS VALVERDE! A curtição de fazer clipe é tremenda, este é nosso terceiro e cada vez mais curto todo o processo que envolve o vídeo clipe. Mas antes de falar de como a coisa toda andou, tenho que falar de algo importante, que não saiu da minha cabeça o tempo todo: ver tanta gente boa reunida, trabalhando de 9 as 2 da manhã, tendo como motivação única a realização e concretização do clipe. 70% dos envolvidos não nos conheciam pessoalmente e lá estavam, doando um dia inteiro, neste mundo “toma lá da cá”, todos reunidos em torno do CARBONA, olhava praquilo tudo e isso tudo ficava vindo a minha cabeça. O resultado foi uma energia extremamente positiva! Cinerama Brasilis fez a coisa acontecer com todo suporte de equipamento, reunião de um equipe foda, sem mais comentários. Vanderput foi “o cara” que chegou no BG e perguntou: E aí cara como ta o CARBONA? Bora fazer um clipe do disco novo? Depois disso foram poucas, boas e proveitosas reuniões e um esforço de uma semana, mergulhando no roteiro, referências e o resultado de sua direção, vocês verão! A equipe toda, dedicação extrema, ambientação de cenários, iluminação, a porra toda! A Casa da Matriz abriu as portas pra gente de 9 da manhã até as 2 da madrugada, aliás, diga-se de passagem, abriu as portas mais uma vez, Matriz e Carbona é uma parceria que vem de longas datas, longas mesmo desde os tempos em que a Casa da Matriz ainda era na Rua da Matriz. Vitão, desmontou seu quarto em casa, levou todas suas obras, ilustrações, tudo para o set de filmagem e ainda passou o dia inteiro no set filmando. Por último, a Isis, saiu da telinha Global, de Ana do Véu da novela Sinhá Moça , direto para a telinha Carbônica , nos emprestando seu talento e sua beleza! Vitão e Isis fizeram no vídeo um casal sensacional. Ele, o Lunático, demonstra toda sua obsessão por uma bela garota. Valeu mesmo Isis! Meu envolvimento com vídeo clipes vem crescendo a cada projeto que a gente participa. No primeiro, Fliperama, eu ainda tinha uma certa implicância com a idéia de fazer clipe. Na verdade a implicância era com alguns tipos de clipe, a coisa do play rec pra mostrar qualquer coisa e pronto. Mas o envolvimento e o grau de intensidade da relação clipe X universo da banda, é você que dá. Tanto em Fliperama como em Lunático (EU VC E SEU HUSKY SIBERIANO , nosso segundo clipe fez parte de um projeto maior – curta metragem que virou cenas do clipe), a gente sentou, discutiu detalhe por detalhe, roteiro, clima, ambientação, atores, acting, tudo tudo tudo que acaba resultado numa perfeita e riquíssima expressão do universo de criação da banda. Vendo aquelas imagens eu me sentia vendo as imagens que crio na cabeça quando estou compondo. Ficou a impressão que o clipe acaba sendo uma porta de entrada, um convite ao mundo CARBONA pra galera que vê o clipe. O Carbona tem algo que me cativa que é sua simplicidade, representada por uma linha tênue: para muitos um mundo positivo, mágico, cheio de personagens, para muitos uma coisa banal. E o clipe de ontem realmente garantiu esse transporte ao mundo da banda. Sou do tipo que acha “ I MET HER AT THE 7 11, NOW IM IN SEVENTH HEAVEN” , pura poesia! E sim vibro com os velhos filmes da Sessão da tarde! Cantando uma música de 1998, de nosso primeiro disco, que ganhou uma nova versão gravada em 2006, na mão minha Mosrite, minha senha secreta para o mundo dos Ramones, ao meu lado dos BONA , os mesmos que estão juntos há 9 anos, na parede quadros do Queers , incluindo o quadro promocional que a 13 RECS fez do Back to Basics, retratado na tela O lunático veio ao mundo na pele de um ilustrador, um artista plástico, um louco, um obcecado por uma garota. Este ilustrador é Vitão, que em vida real , é um ilustrador , um artista plástico, um louco! A ambientação do clipe contou com muitas de suas ilustrações e trabalhos. Lá estava a representação em filme de uma estória em quadrinho musicada! Um clipe Carbônico. Paz e Rock! FOTOS : ( batendo aquele papo antes de cenas de banda, Vitão e Isis e por último Ilustração Na vena!