Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de setembro, 2006

Um (bom) papo com Ryza Azevedo!

Ontem bati um bom papo com Ryza Azevedo que faz pesquisa sobre influêcia da internet na vida de bandas que estão surgindo com o objetivo discutir como a internet cria uma nova relação entre espaço e tempo de interação social, modificando as formas de comunicação de forma exponencial. Pretende observar o que faz com que a mídia perceba os novos talentos que estão fazendo sucesso pela rede. Achei o tema bastante interessante, de grande interesse pra mim e acredito que para todos que estão envolvidos com produção artística ou até mesmo como simples fã de música. Não acredito que o CARBONA seja exatamente um fenômeno de internet mas sem dúvida uma banda que ao longo dos dez anos construiu muitas coisas com o apoio da grande rede. Além disso é o tipo de entrevista bacana de fazer e de responder, bem diferente das que costumamos fazer. Pra quem gosta de entrevistas, de web ou simplesmente de ler as palavras do velho BADKE, aí vai: 1. Qual foi a primeira estratégia usada por vocês para se la

MASTER ENTREGUE + EU SOU UM ROBOTO na pele!

Correria, correria, correria. Em outubro eu faço 31 anos, em outubro eu lanço mais um disco com o CARBONA. O oitavo deles. Nunca fizemos grandes planos com a banda, sempre tivemos grande satisfação e dedicação à banda. Ensaios semanais, composições diárias, shows ao longo dos meses, dos anos. Hoje em dia, pratico diariamente o exercício de olhar pro hoje e quando muito, pro amanhã. Não gosto de olhar pra trás. Memórias, aos montes, conquistas aos montes, músicas aos montes mas acabo me preocupando mais com o q posso viver ainda pela frente. Acho que assim funciona melhor, além de fechar as portas para fantasmas. Andar 4, correr 4 , sempre em frente. Do passado, somente aprendizado. Sigo escrevendo páginas de aventura na minha caminhada. Até aqui a minha vida musical foi mais intensa do que um dia eu podia imaginar. Foi também mais custosa do que eu podia imaginar. Já deixei muita coisa na pra trás, trouxe comigo muita coisa também. Maioria delas na alma, e na mente. Por que na pratel

ENFIM UM DIA PARA FAZER NADA!

Nada! É o que fiz hoje. Depois de 30 dias frenéticos envolvendo gravação de disco, produção e correria para colocarmos mais uma vez o "bloco na rua", ou a banda na rua, consegui viver um dia de "sofá". Três jogos de futebol, um espanhol, um inglês e um brasileiro, um filme de Elvis no Telecine Cult e assim passei um incrível domingo! Estava precisando depois do "corre corre" das últimas semanas. Na sexta fui até a Magic Master para ouvir e fechar a "master" do nosso novo álbum. Fiquei felizão com a conclusão de mais um disco do BONA e com a perspectiva de mais um ano de rock! Como o dia hoje é de fazer nada, vou ser breve por aqui. Fiquem em paz! Fiquem no Rock! H!

VIDEO CLIPE!

Ontem foi dia de voltar mais uma vez ao Baixo Gávea para falarmos dessa vez da produção do vídeo clipe do disco. Nossa experiência nos últimos dois discos mostrou ser esta uma das mais eficazes ferramentas de divulgação. No Taito nós fizemos nosso primeiro vídeo clipe, FLIPERAMA, dirigido por Samir Abujamra e Fabiano Maciel. O clipe foi bem veiculado na MTV, ficou 13 semanas no central , num horário bacana e a gente conseguiu com isso mostrar nosso som para muito mais gente. Já no Cosmicômica, por motivos mil, a gente não conseguiu viabilizar um clipe , a 13 RECS tb não pode produzir e a gente acabou vivendo uma divulgação de disco sem o clipe. Fizemos muita coisa bacana, mas sentimos falta do suporte q um clipe rodando oferece. Agora no nosso novo disco, a gente colocou como condição número 1! Nós colocamos na cabeça que de nada valeria gravar um disco se não tivéssemos as condições ideiais para divulgá-lo. Aos poucos a gente foi montando peças de um quebra cabeça que hoje mostra um d

Olá!

Sem som! Semana corrida, estamos há um mês do lançamento do novo disco, terminadas as gravações estamos mergulhados num mar de burocracias. Os compromissos aumentam e como ainda estamos operando da mesma forma que operamos nos últimos dez anos, isto é sem produtor e empresário, temos que nos dedicar ao máximo pras coisas andarem. Não gostamos de levantar essa bandeira até por que acreditamos que o lugar de músico é no estúdio e no palco, ensaiando, tocando, criando. Mas a realidade atual da gestão de carreira independente não é um mar de rosas e aprendemos também que as coisas não caem do céu. Portanto a gente segue firme no "corre", contando com apoio de colaboradores, amigos, fazendo a coisa andar e acontecer. Acho que as coisas aos poucos vão se acertando. Hoje teremos reunião pra falar sobre o vídeo clipe que se Deus quiser e a gente se empenhar pra fazer acontecer (risos) , fica pronto pra época do lançamento do disco. Neste fim de semana começaremos os esforços de div

Passando a régua! Fim das gravações

Ao som das Pipettes! Uh hu! Nos últimos dias de gravação, o Léo que estava finalizando as vozes do disco virou e disse : Vc curte essa onda de backings ano 60 e etc? Vou trazer pra você o disco das Pipettes - um trio vocal inglês que tem uma banda de rock alternativo como banda de apoio e tocam de vestido de bolinhas e no visoo! Achei aquilo interessante, e cá estou eu mergulhando pela quinta vez consecutiva no disco das meninas. Quem se interessar: www.thepipettes.co.uk Tá bom, que você pode me dizer que parecem as novas Spice Girls. Mas são spice girls com visoo anos 60 e com melodias muito boas! Eu recomeeeendo! Deixemos as pipettes de lado e vamos ao que interessa. Ontem feixei a conta das gravações do disco! Acabou! Tive lá regravando duas vozes , fiz uns 15 takes de duas músicas e ainda trabalhei uns backings. Hoje acordei aliviado, em estado de graça. Ontem ouvi quase todo o disco mixado. Quando sai de lá já tinham 8 das 12 prontas. Ouví-las na sequência me deu a nítida sensa

Backings, Fabrício Rivets e mais uma noite de rock!

Mais um dia na Toca do Bandido. Ontem foi dia de gravar backings. A grande curtição ficou por conta da presença do Fabrício (Rivets e amigos de longas datas). Ele está nos ajudando na parte de arranjo de vozes, principalmente nos Uhs e Ahs à la Beach Boys / Queers que aparecem em duas músicas do disco. Eu e Fabrício tocamos juntos no Barneys de 93 à 98 e desde lá ele já fez vários projetos bacanas. O Rivets , o Versus além de gravações acústicas numa onda meio Folk. A participação do cara no disco está sendo fundamental por que dá ao vocal o mesmo tratamento que foi dado a cada etapa da gravação. Bateria, baixo, guitarra tudo com um som incrível e achamos que seria importante ter alguém dando um suporte especial nas vozes. Levando em consideração que as sessões acabam altas horas da madrugada e ele em cima da hora aceitou o convite e se dispôs a ir lá não só apenas um dia como previsto mas 3! PQP! Muito bacana isso! (Fica aqui um agradecimento especial!) Aliás ontem foi um dia muito es

Segunda de muitas guitarras!

Ontem foi dia de gravar guitarras e mais guitarras! Fui com o Melvin pro estúdio à noite e lá fiquei até 4 horas da manhã. Agora estamos muito perto da reta final! Ajustes, mixagens e na semana que vem já temos a master do disco novo. Já na semana que vem, com nome e capa pronta a gente começa a fazer os primeiros posts e comunicados sobre o disco. Em algum momento antes da data de lançamento vamos liberar um single virtual. A gente achou que assim a coisa funcionaria melhor pois todo mundo já ouve como a coisa vai realmente ficar. E acho que o disco será uma grande curtição! Estou aproveitando o post pra ver se consigo colocar as fotos q não foram postadas ontem. Vamos ver se o BLOG ajuda. Paz e Rock! Ai estão: Gravando vocais, longas conversas sobre arranjos com Thomas, Gravando com uma Gibson Bird, gravação de guitarras : eu disse q estava pesado! hehehe e finalmente, levando som numa MUSTANG!

"Perdi as contas" dia de gravação + Sessão de fotos

Já nem sei ao certo quantos dias fui para a Toca do Bandido nestas últimas semanas. Esse "feriado" foi dos mais frenéticos do ano. A Boa nova é que o disco chega ao fim essa semana. Já temos gravado batera, guitarras bases e outras guitarras e vocais. Faltam apenas backings e alguns pequenos trabalhos de guitarra. Fizemos um show em Vitória na quinta-feira , já incluindo algumas músicas do disco novo já citadas aqui anteriormente: abrimos o show com VIDE BULA (muito legal ver a reação da galera com a música mesmo sem conhcê-la) e depois tocamos SESSÃO DA TARDE que já é conhecida da galera ligada nos arquivos web e etc. Obviamente a versão do disco é Ultra Turbinada pela sonzera de guitarra e toda a produça que envolve o disco novo. No sábado, fizemos uma entrevista de duas horas e meia com a galera da Revista Outra Coisa. Um bate papo sobre os quase dez anos de banda passando por vários assuntos de interesse comum a galera que acompanha nosso trabalho: a história, os projetos

Oitavo dia de gravação + ES !

Alo amigos! De quarta pra cá não parei um segundo sequer. Gravei na quarta até as 5 da manhã, acordei peguei Vôo pra Vitória, tocamos em Vila Velha num show muito bom, cheio de bandas legais, voltei pro Rio ontem fui gravar de novo até de madrugada, acordei agora cedo pra fazer sessão de fotos, foi cancelada, aproveitamos o horário pra fazer a entrevista pra Revista Outra Coisa, de lá vou direto pro estúdio gravar vocais. De novo até a madruga. Paz e Rock! Passo aqui com mais calma, acredito eu na segunda-feira.

Quinto dia de gravação - Trafegando na pista da esquerda

Bom dia Jovens! Acordei para mais um longo dia, o de hoje chegará perto das 24 hs! Tem sido assim. Tem restado dialogar muito comigo mesmo , corpo e mente para que um consiga entender o outro e não entrem em conflito (risos). Ontem fui no estúdio à noite acompanhar meu amigo Melvin gravar. Fiquei emocionado pois ontem me deparei com um baixo Gibson igual ao do Nikk Sixx do Motleu Crue hehehe se não me engano um Thunderbird Gibson. Roooooooooooock demais aquele instrumento. Meu deus! Saí de lá uma da manhã e faltavam ainda umas 6 músicas. Hoje, além do trabalho, será uma noite e uma madrugada longa uma vez que amanhã é feriado. Começarei a gravar as guitarras do disco hoje. Numa sessão que deve acontecer de 20 as 5 da matina. Amanhã temos show em Vitória (digo Vila Velha), o que me dará poucas horas de sono. Mas assim a banda toca e sempre tocou. Existe fazer e fazer.Ah existe tb reclamar e criticar mas isso nunca fez parte do dicionário CARBONA da língua portuguesa. A gente segue na pa

Quarto dia de gravação + Alegrias do futebol

Ao som dos Ramones! Ontem enfrentamos mais um dia na maratona de gravação do novo disco. Ficamos de 14 as 23 horas no estúdio trabalhando na gravação da última bateria (fechamos as 13 músicas) e no arranjo/composição/gravação de uma balada do disco que está sendo trabalhada com uma sonoridade um pouco diferente. Trata-se da faixa "Se você fosse um Robô". Essa música não estava programada pra entrar no disco mas quando tocamos ela nos últimos ensaios antes de gravar todo mundo se animou pra gravar e ela acabou ficando. Ela nos rendeu uma tarde bem divertida pensando nos arranjos de batera e em algumas idéias que irão compor a música junto com Guitar e baixo. O Melvin quebrou a cabeça e gravou com um "biba" para esta faixa. Ohhhhhhh lhoco!!! Que nome é esse? Um fabricante indiano de instrumentos. É uma espécie de teclado com uma "sanfona" acoplada que junto com um delay "insano" nos deu um som "espacial", "viajante" que vai dar

Gravação DIA 3!

Ao som de Matisyahu! Ontem passei mais uma noite na "Toca do Bandido", nome do estúdio aonde estamos gravando o disco. O Pedrão começou o dia mais cedo gravando bateras e quando cheguei faltavam apenas duas das programadas para a noite. Num intervalo rápido, o Thomas me mostrou como estava ficando "UM CARA ESCROTO", sensacional! Fiquei felizão! P-O-R-R-A-D-A! No final da noite, ficamos buscando arranjos para uma das duas baladas do disco que será gravada por último. Testamos alguns sons diferentes de guitarras e violões, algumas levadas de bateria. Hoje a gente fecha a conta por que hoje é o dia final de bateria! Ontem aproveitei pra tirar umas fotinhos da "brincadeira" (abaixo) . Hoje às 14:00 a gente retoma a gravação. Tenho algumas horas até lá que serão aplicadas na revisão de letras e em alguns "dever de casa" de composição. Pequenos ajustes. Vou ficando por aqui! Mais tarde tem mais novidades! Feito? Paz e Rock!

DIA 2!

Ao som de Tim Maia - RACIONAL! Ontem tirei um dia de sono. Já falei com Pedrão que foi ao estúdio gravar bateria, correu tudo na paz e já temos 5 bateras gravadas. Hoje teremos mais uma sessão que completará as bateras do disco. Minha última ida ao estúdio foi na noite de quarta-feira. Estive lá com Melvin gravando todas as guias. Até aqui enfrentamos dias e dias de negociações pois além de assinar com a Revista nós fechamos um acordo que nos garantiu a gravação num estúdio muito bacana, com a participação de um produtor bacana, e somente agora que estamos podendo nos concetrar nas gravações de corpo e alma. A gravação de guia já foi um processo diferente do que costumamos fazer. O Pedro geralmente gravava bateria tocando sozinho , ou entao em algumas músicas com execuções da banda inteira ao vivo. O interessante é que a gravação de guia serviu também como uma fase final de ajustes de arranjos e até mesmo de composições. Antes de gravar a guia de cada música, a gente sentava conversava